sexta-feira, 1 de maio de 2015

O som do Metrô

Estava devendo esse post faz teeempo! Por fim, lembrei e irei de contar a devida história.

Tudo começa no dia 26 de março, quando minha pauta caiu.
Era um trabalho de AudioJornalismo e a fonte principal que eu iria entrevistar deu bolo. Tudo isso, a 4 dias da entrega do trabalho. Choro, desespero, depressão. SOS

Mando mensagem pra minha dupla, para compartilhar o desespero:

Aline diz: Camila, o que a gente faz agora?
Camila diz: Não sei, não tenho ideia nenhuma
Aline diz: E agora?!"
Camila diz: NÃO SEI! OMG

Entro no facebook para ver se tinha alguma ideia e acho o seguinte post:


No mesmo momento, tiro um print no celular e envio pra ela numa felicidade que não cabia em mim. 

Aline diz: Camila achei uma puta pauta, bora? 
Camila diz: BORA! 

Saí da faculdade, encontrei ela e fomos em busca da nossa esperança. 
Descemos na estação Tatuapé e levo o primeiro susto: Cadê o som????? 
Procurei e encontrei! Lá estava! Só que não tinha começado ainda. Mal sabia o que estava por vir. 
Chamei o maestro de canto e expliquei minha bela causa: 

"Sou uma estudante desesperada, em busca de um trabalho em desespero também. Pode me dar uma entrevista PELO AMOR DE DEUS?" 

Ele olhou pra mim, pensou e só respondeu "No final do show, pode ser?" 
"PODE CLARO FICO AQUI ATÉ O FINAL" 

E assim começou a maior surpresa da minha vida. 

O fato de terem começado com a musica Happy já me animou de cara. O que era aquilo??
Aos poucos a multidão foi chegando e aquilo foi se tornando pra mim um pré-Lollapalooza.
O que eu presenciei foi um som de altissíma qualidade, com uma felicidade que não cabia no sorriso de cada integrante da banda. 

A BSM (Banda dos Seguranças do Metrô) como o próprio nome já diz, é formada por seguranças do metrô - sim aqueles de roupa preta de ficam nas plataformas- 
Foi formada em 2011 por uma iniciativa pessoal de alguns integrantes para sair um pouco da rotina pesada diária. 

E o som é para agradar todos os gêneros musicas sem tirar nem colocar. 
O repertório vai desde Gospel ao Rock, com direito até a Led Zeppelin. Som de alta categoria!
Porém o mais impressionante é a Opera. 
O vocalista Costa Lima tem uma voz que é sem maior explicação, só escutando pra acreditar. 


(o som não é dos melhores, mas dá pra ter uma noção. E é uma pessoa só cantando)

Escutei Mulher de Fases, Anna Julia, Beat it, Exagerado. Tudo e um pouco mais.
E para minha maior surpresa, em frente ao palco tinha um FÃ CLUBE que os acompanha em todas as apresentações. Um sucesso total.

Com pouco menos de duas horas, um grupo de seguranças conseguiu mudar o restante de dia de várias pessoas que só passavam por ali.
Pulei, suei e gritei até mais que no próprio Lollapalooza que fui três dias depois. E sabe o que é melhor? Não precisei pagar nada para ser feliz por algumas horas.

E bom, depois dessa maior surpresa da minha vida, virei fã também.
Me deu esperança de que ainda existem coisas boas nesse mundo. Nessa cidade maluca que não para um segundo. E sim, no lugar que eu menos esperei, naquele lugar onde eu passo todos os dias. No metrô.

Sendo assim, fica só a recomendação. Porque é impossível explicar algo que só é possível ser entendido se visto.
A agenda deles encontra-se no facebook BSM-Banda dos Seguranças do Metrô, e o próximo show é no dia 14 de Maio na estação Brás. (Imagina o tanto de gente que vai ter, omg! Mas vale a pena!)



E ah, o que aconteceu com o meu desespero?
Pode ser conferido agora!

2 comentários:

  1. Obrigado pelas palavras e pelo carinho Aline. Que bom que gostou. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo reconhecimento! Virei fã de vcs!

      Excluir