terça-feira, 3 de maio de 2016

Socorro, tem um estranho me chamando

Estava em casa num dia normal. Cheguei da faculdade, deitei no sofá como se não houvesse amanhã e dormi. Aaah aquele sono perdido da manhã inteira, finalmente. 
VEM NI MIM QUE EU QUERO LHE USAR.


Eis que to quase sonhando quando escuto uma voz estranha berrando no meu portão:

OOOOOOOOÔ DE CASA! 

Acordei com aquela cara


MANO QUEM TA CHAMANDO ESSAS HORAS? JUSTO AGORA?!

Deve ser algumas dessas pessoas vendendo alguma coisa. Ou Testemunhas de Jeová. Eles sempre passam por aqui. Vou dormir de novo que eu ganho mais. 

Passado algum tempo, eis que a voz continua e dessa vez um som logo me alerta. 

ALINEEEEEEE! ALINEEEEE! ALINEEEEEE! 

Pera. QUEM TA ME CHAMANDO?


ALINEEEEEEE! ALINEEEEEEE! ALINEEEEEE!

E a voz cada vez aumentava mais. Alias berrava. Não era de alguém que tava me chamando com carinho. Parecia de alguém que tava bem puto. 

Dei aquela olhada breve para ver se reconhecia a cara do FDP que tava me acordando e... 



Pera quem era aquele cara que tava me chamando que eu não fazia ideia quem era? 

Um carro preto, com os vidros pretos parado em frente da minha casa. Um cara com uma cara mais estranha possível berrando desesperadamente como se já me conhecesse a anos. 

PUTA QUE PARIU! EU NÃO FIZ NADA DE ERRADO NESSA VIDA. JURO. 
Não matei ninguém. Não roubei ninguém. Não pulei a catraca. Não comprei nada ilegal. Ajudei uma velhinha na rua. 

OMG. QUEM É VOCÊ? 



Olhei de novo pra ver se reconhecia a cara. E não. Era desconhecido. 
Enquanto isso o berro continuava..

ALINEEEEEEEE ALINEEEEE ALINEEEEEE

MANO, ninguém conhece a minha casa a não ser meus parentes e um amigo. Meu, não é possível. Vou ficar queta aqui na minha e fazer de conta que não tem ninguém. 



Eis que de repente o cidadão entra dentro do carro e vai embora.



Deito novamente, feliz e agradecida por aquele ser ter ido embora. Amém! 

Passa uns dois minutos depois, escuto um barulho de novo.

 photo assustada2B2_zps2089e72d.gif



O carro volta. O cara desce e grita nervosamente mais alto ainda. 

ALINEEEEEE ALINEEEEE ALINEEEEE ALINEEEE ALINEEEEEE

AI MEU DEUS DO CÉU. SOCORRO. O QUE ESSE CARA QUER COMIGO?
Aonde me escondo? Eu não fiz nada de errado. Sou uma pessoa de Deus. 

Nesse meio tempo, escuto o telefone do cara tocando e ele falando:
-Sim, é esse o endereço mesmo. To aqui em frente da casa agora. 

PUTA QUE PARIU. FODEU. SOS. ALGUÉM ME AJUDA. HEEEEEEEELP




Saio da sala já estado de desespero pleno. Corro pro meu quarto e fecho a porta. 



Enquanto isso o cara continua berrando lá no portão. 

ALINEEEEEEE ALINEEEEEE ALINEEEEEEE

Mano, preciso fazer alguma coisa. 
Pego o telefone já tremendo, ligo pro meu pai.

Chama.... Chama.... Chama... Não atende. 

MEU DEUS DO CÉU. O QUE EU FAÇO MEU DEUS?



Enquanto isso...  ALINEEEEE ALINEEEE ALINEEEE 

Já num estado de desespero completo, ligo para a minha vizinha. 

- Pelo amor de Deus, vê o que esse cara quer aí. EU NÃO CONHEÇO ESTE SER!
- Eu to escutando mesmo. Mas você não conhece? 
- NÃO. TO DESESPERADA JÁ. TO COM MEDO. TREMENDO. CAGANDO
- Pera aí que eu vou chamar meu pai aqui e ver o que é. 

 Nesse meio tempo, ela fica comigo na linha e escuto no fundo. 

"é uma encomenda, assina aqui por favor"

COMO ASSIM ENCOMENDA? Não comprei nada na internet esses dias!



Ela volta pra linha e fala: Line, é uma encomenda da Centauro. Uma mega caixa grande. Tem seus dados aqui. 

Pronto, já pensei na hora. CLONARAM MEU CARTÃO! SOCORRO. 

Depois que o cara foi embora, fui lá buscar a tal encomenda. 

MEU O QUE É ISSO? EU NÃO COMPREI NADA NA CENTAURO! 

Minha vizinha já também preocupada com toda a situação:
Meu, será que é uma bomba? HAHAHAHHA



Abro. Um patins. ué. 

Pego a nota, nome da minha tia. 

Pego o telefone. Mando mensagem pra ela. Ela só me responde uma coisa:

FELIZ ANIVERSÁAAAAAARIO! GOSTOU DO PRESENTE???

Nenhum comentário:

Postar um comentário